sexta-feira, 13 de maio de 2011

ATENÇÃO

Estou comunicando a todos os meus seguidores do Blog,  que fiz um Blog novo,devido a alguns problemas na conta deste.
O link do novo Blog é                   colapsos.blogspot.com

Obrigado, e por favor sigam o novo.

Buscas

Nestas buscas infinitas, nestes caminhos tão tempestuosos, agradeço a mim mesma por ter encontrado você. É impossível explicar, e mesmo que pudesse ser esclarecido, ninguém entenderia. O fato de estarmos juntos, e o sabor do amor que agora vive em minha vida, é grandemente prazeroso. A escuridão se iluminou tão claramente que ofusca os olhos de muitas pessoas, mas ao invés de cegá-las, apenas faz com que elas percebam o que realmente é, amar alguém.
Não está nas buscas por carinho pessoal, ou exibicionismo. Está em cada toque de mão, em cada surpresa inesperada, em cada ajuda que torna sua vida melhor. Não, o amor não é um apoio. É sua inspiração, é algo que você sabe que vale a pena viver e lutar. 
Aqueles ventos violentos que tão cedo invadiram meu coração, não existem mais. Aquelas lágrimas perdidas em meu rosto estão agora, esquecidas no chão. Tudo que há, tudo que existe eu tento fazer o melhor. Mas saber que existe alguém, que está comigo em todas as situações é infinitamente maravilhoso.


B.S, II

terça-feira, 10 de maio de 2011

I Miss You

Hello dear,
The angel from my nightmare
The shadow in the background of the morgue
The unsuspecting victim of darkness in the valley
We can live like Jack and Sally if we want
Where you can always find me
And we'll have halloween on Christmas
And in the night we'll wish this never ends
We'll wish this never ends

I miss you, miss you
I miss you, miss you

Where are you and I'm so sorry
I cannot sleep I cannot dream tonight
I need somebody and always
This sick strange darkness
Comes creeping on so haunting every time
And as I started I counted
The webs from all the spiders
Catching things and eating their insides
Like indecision to call you
And hear your voice of treason
Will you come home and stop this pain tonight
Stop this pain tonight

Don't waste your time on me you're already
The voice inside my head (I miss you, miss you)
Don't waste your time on me you're already
The voice inside my head (I miss you, miss you)

Don't waste your time on me you're already
The voice inside my head (I miss you, miss you)
Don't waste your time on me you're already
The voice inside my head (I miss you, miss you)

Don't waste your time on me you're already
The voice inside my head (I miss you, miss you)
Don't waste your time on me you're already
The voice inside my head (I miss you, miss you)

segunda-feira, 9 de maio de 2011

O Fim

O tempo sempre foi meu inimigo.
Já não sei mais se o que sinto é o desespero ou se estou perdendo a vontade de viver
não acho graça e alegria em pequenos detalhes da vida, e cada parte intocada do meu coração clama por calor. Estou a beira do egoísmo e já despenquei da verdade. Minha alma está velha e apodrecida, presa em lembranças tão sem propósito, quanto o meu viver. 
Olho para o céu, e vejo nebulosidades de um mundo estranho e sem cor, da qual a paz é perfeita apenas aos perfeitos. Nem as palavras que lutei por ser sinceras, não valem mais nada. Meu silêncio é a confissão da culpa e da inocência, e meus olhos estão cansados de enxergar, o vazio.

domingo, 8 de maio de 2011

Pessoas

'' E ainda me perguntam, porquê é que eu trato todo mundo tão mal... É porque eu não gosto de ninguém''

A velha frase da música '' Eu não gosto de ninguém'' , da banda Matanza. E em parte, eu concordo com ela.
As vezes, eu estou parada, observando alguma pessoa falar, seja amigo ou apenas um conhecido, e fico observando-a sem entender, e sem ter o menor interesse. As vezes, vejo alguém contar o que lhe aconteceu no final de semana, coisas sem nexo e sem a menor seriedade, e fico rindo internamente. Realmente, eu vejo defeito em todas as pessoas que conheço, e quando digo todas, é todas mesmo. O pior, é  quando alguém vem até mim, e me diz ''eu te amo'', sendo que eu nunca tive, nem presenciei com essa pessoa, algo marcante na minha vida.
Sinceramente, não da pra entender algumas pessoas. Sou grossa e sincera ao mesmo tempo, e enquanto as pessoas fingem algo que não existe, eu prefiro crer verdadeiramente, na verdade. Ora, sentimentos que não existem, carinhos sem emoções, são coisas que fazem parte do interesse de cada um, para conseguir algo. 
O problema, é que muitas pessoas, agem como verdadeiras idiotas. As primeiras palavras da frase, são a prova disso. Como posso gostar de uma pessoa ( não digo em questões amorosas, em geral), se esta mesma pessoa, não me dá motivos para gostar dela? Para admirá-la? Vivo constantemente cheia de pessoas, que gosto muito, e até admiro, mas que também vivem, a fazer sempre o contrario do que espero.
Pois veja bem, eu amo uma determinada pessoa, espero dela o apoio, e companheirismo em qualquer momento, seja nos momentos bons e ruins. Mas e se esta mesma pessoa, com valores aparentemente puros, age exatamente, ao contrario do que o esperado? Então , de quem eu irei gostar?
Não incluo família, neste sentido pois família veio com você antes mesmo de você mesma saber quem era. Mas, digo as pessoas que você conhece e quer que façam parte da sua vida.
Durante algum tempo, aprendi a sorrir débilmente a essas pessoas, mas também a observá-las mais e mais. 
O objetivo deste texto não é alertar o leitor sobre possíveis amizades falsas. E sim, a fazer um observação sobre o comportamento das pessoas a nossa volta.

Vida

Ultimamente a vida anda muito cansada. São as mesmas pessoas sem interior, a mesma falta de respeito cobrindo cada superficie do orgulho que você tem por alguma coisa, e as mentiras e desconfianças de cada pessoa. A vida as vezes se depara com situações nunca encaradas e nunca vividas, e outras já vividas mas que acontecem novamente. Porém, ela sempre se surpreende. A vida tem medo de muitas coisas, medo de enconder verdades para o mundo, medo de mostrar-se em sentimentos mais puros, e medo de só mostrar a mentira, a fim de agradar a alegria alheia. Mas eu sei que em cada palavra não dita, cada momento perdido, cada olhar repugnado, a vida leva e tras de volta , não importa o que aconteça. A vida sempre se cansa, sempre se cansa de tudo... Mas existe uma voz, que a ordena a continuar. Não importa quão devastadora e horrivel seja , eu sempre digo para A vida, seguir em frente.

quarta-feira, 27 de abril de 2011


“A música é meu refúgio. Ela me acalma, me traz paz. Me entende melhor do que eu mesma. Rege meus sentimentos no compasso da orquestra. Cada tecla do piano me transporta para um lugar diferente, e me mantenho ali até o último suspiro do cello. Representa minha raiva em um acorde de guitarra, minha felicidade num sopro de flauta. É o amor em uma serenata de violão e minha tristeza no lamento do violino. Com o coração batendo no ritmo da bateria, a vida transforma-se em música. E minha música torna-se a razão da minha vida.”

Gabriela Zacharias Barreto